: Recados à Macaquinha [8]


Sempre que penso em ti imagino cenários românticos. Crio imagens contigo ao meu colo; a chapinhar na água da piscina, posta no terraço da casa da aldeia; a adormeceres na curva do meu pescoço enquanto vemos o pôr-do-sol, sentados no areal da nossa praia favorita. Sei que nem tudo será perfeito mas há alguém que goste de imaginar o que pode correr mal? Será que há alguém que goste de imaginar aquilo que, ainda sendo suposições, nos magoa? Sou bastante realista, macaquinha, mas também sei ser sonhadora. E gosto de antecipar, na minha mente, tudo o que de bom virá do amor que tens para nos dar. Gosto de me perder de amores por ti mesmo antes de poder sequer amar-te. Irei querer mostrar-te o mundo, para que o possas ver com os olhos de quem se delicia com o lado bom da vida. Quero ensinar-te a não teres medo de pôr os pés ao caminho. De te perderes de amores por todas as maravilhas que a Natureza nos dá. Passeio pelo nosso país, sempre ao lado do teu pai, pensando em ti. Penso no quão bom seria ter-te: aqui e agora. Enquanto essa hora não chega imagino-te; imagino-nos, enquanto família. E se isso já é tão bom nem consigo imaginar quando fores real. Será tudo ainda melhor do que aquilo que algum dia eu possa pensar. Serás - seremos - melhor.

Comentários

  1. Que doçura de texto querida. Tenho a certeza que ela será muito feliz ao ver tudo aquilo que lhe tens para lhe mostrar.

    ResponderEliminar
  2. O amor está todo aí, naquilo que agora ainda não passa da imaginação, mas que um dia será real. E quando esse dia chegar, o amor aumentará de tamanho!

    ResponderEliminar
  3. Uma bebé a caminho?! Ai que maravilha! Muitos parabéns!
    Tenho a certeza que tudo vai ser ainda melhor do que é possível imaginar! :)

    ResponderEliminar
  4. r: obrigada querida, já acabou +.+
    agora estou de volta ao blog :)

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

À noite gosto de contar as estrelas que estão no céu e de ver por onde anda a Lua. E tu do que gostas?