: Recados à Macaquinha [14]


Durante a tua vida vais conhecer muitas pessoas com opiniões diferentes das tuas. Não tens que as compreender ou aceitar. Tens, simplesmente, que as respeitar. Tens que respeitar que não podemos todos pensar da mesma forma e que todas as opiniões são válidas. Cada pessoa terá o seu argumento e irá acreditar vivamente em algo. Acima de tudo lembra-te, sempre, que se não respeitares quem te rodeia provavelmente também não serás respeitada. Discute, de forma saudável. Argumenta, de forma inteligente. Talvez mudes a mentalidade a alguém. Talvez os teus olhos sejam abertos para algo que nunca imaginaste. Mantém a mente aberta e não tenhas medo de aprender. De descobrir. Pesquisa, informa-te. Discute apenas, e só, aquilo em que podes contribuir de forma pertinente. Não percas tempo em discussões sem sentido. Serás muitas vezes posta à prova e terás de saber se aquela batalha merece ser travada. Há mentalidades que nunca conseguirás alterar. Mas não te preocupes: encontrarás sempre conversas que irão valer a pena. Ouve, especialmente, as pessoas mais velhas. Bebe-lhes as histórias e aprende com elas. Ouve-me a mim e ao teu pai. Não sabemos tudo da vida mas iremos saber dar-te as bases que precisas para te lançar na tua jornada. Ouve os mais novos e as suas vozes que, por vezes, não parecerão dizer nada. Ouve-os, nos seus gestos e olhares. Respeita-os para que possas esperar respeito deles também. Leva este conselho para a tua vida e passa-o, quem sabe, aos teus filhos: respeita o mundo para que o mundo te respeite. É esse o meu segredo.

Comentários

Enviar um comentário

À noite gosto de contar as estrelas que estão no céu e de ver por onde anda a Lua. E tu do que gostas?