terça-feira, dezembro 27

: Um quarto de século!


Uma imagem em honra ao meu famoso mau feitio.

Faço hoje vinte e cinco anos. Um quarto de século com muitas histórias e aprendizagens. Com muitas quedas e uma força brutal para seguir sempre em frente. Faço hoje vinte e cinco anos mas sinto-me uma criança. Rio até me doerem as bochechas, brinco com os miúdos, tento pregar partidas às pessoas de quem gosto. Por outro lado, sou mulher. Sou adulta - agora sim, já me sinto adulta - responsável por uma casa, por uma família no seu início: ainda dois gatos pingados. Sou a anti-amor que aprendeu a ser romântica e a acreditar no para sempre, mesmo depois de ter o coração despedaçado durante anos a fio. Sou aquela que mesmo com meias tem sempre os pés gelados mas as mãos nunca deixam de estar quentes mesmo andando ao frio. Ainda choro a ler determinados livros e a música será sempre a minha melhor psicóloga. Faço hoje vinte e cinco anos mas não me privo de dizer que a minha grande paixão são os laços que só ficam bem nas meninas até aos dez anos. Um quarto de século e passo o dia a ansiar por chegar a casa para me poder aninhar no sofá com a manta e o meu poncho super quente. Vinte e cinco anos e só fui uma vez a uma discoteca - e detestei. Leitora compulsiva de livros e recente compradora assídua de cd's. Descobri, nestes vinte e cinco anos, que sei ser extrovertida. Que sei dar-me bem num primeiro impacto; Que ganho muito em, pelo menos, conhecer novas pessoas. Mas ainda assim gosto de ser a pessoa reservada que se refugia no seu canto, com a sua escrita e pouco mais. Gosto deste balanço que encontrei, deste lugar ao qual cheguei depois de tantos anos sem saber para onde me virar. Estou contente com a minha vida, ainda que tenha tantas imperfeições. Sei viver com o meu passado e fiz as pazes com os meus fantasmas. Destralhei emoções e o peso físico que me enchia a casa. Guardei para mim as coisas importantes e soltei aquilo que não me fazia falta. Amei. Amei tanto nestes vinte e cinco anos. E não duvido que muito mais hei-de amar. Porque a verdade é que se há coisa que me carateriza - para além do meu mau feitio - é o amor profundo que sinto pelas pessoas e pelos locais mais importantes da minha vida.

Que os próximos anos sejam tão bons - ou melhores - do que estes que deixei para trás. Hoje começa um novo inverno para mim!

14 comentários:

  1. Mais uma vez, parabéns minha querida! Que venham muitos 25's ;)

    ResponderEliminar
  2. Os meus parabéns !

    https://jusajublog.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  3. Parabéns, que tenhas uma vida repleta de sucessos :D

    ResponderEliminar
  4. Parabéns. :)
    Muitos beijinhos, tem um dia feliz

    ResponderEliminar
  5. Muitos parabéns! Que venham mais 25 com uma dose de felicidade ainda maior, cheios do que mais desejas e com a realização pessoal no horizonte ;) Beijinhos

    ResponderEliminar
  6. És uma criança lol.
    Muitos parabéns e que contes muitos, mas devagarinho. Não tenhas pressa de ficar velha. :))

    ResponderEliminar
  7. Muitos parabéns Cláudia :D
    Que continues feliz e com um coração cheio de amor para dar!
    Felicidades!

    ResponderEliminar
  8. Muitos parabéns! A última frase do post é o meu desejo para ti: que venham muitos mais anos tão bons ou melhores :).
    Beijinhos,
    Cherry
    Blog: Life of Cherry

    ResponderEliminar
  9. Muitos parabéns, minha querida!
    Espero que o teu percurso seja sempre em crescendo. Que ames ainda mais, que tenhas ainda mais aventuras.

    ResponderEliminar
  10. Muitos parabéns minha Querida!
    Que suplantes então o século com uma bagagem repleta de experiências edificantes.

    Beijo

    ResponderEliminar
  11. Espero que tenhas tido um dia muito feliz :D Parabéns!!!

    ResponderEliminar
  12. Parabéns um pouco atrasados :) Espero que tenha sido um dia muito feliz. Estou a conhecer o teu blog e a gostar muito :)

    ResponderEliminar
  13. Parabéns (um pouco) atrasados!! Muitas felicidades ^^
    ****

    ResponderEliminar

À noite gosto de contar as estrelas que estão no céu e de ver por onde anda a Lua. E tu do que gostas?