: Porque escolhi o violino...

Imagem presente no instagram

Antes de começar a tocar violino não fazia ideia de todas as dificuldades que sentimos ao início. São as dores nos dedos, nos braços, nos pulsos, inclusivamente nas pernas! Os primeiros tempos são difíceis com imensas coisas para assimilar - desde a postura corporal até à forma como devemos agarrar no arco. Mas não me arrependo, nada, de ter embarcado nesta aventura. A par do piano, o violino sempre foi dos instrumentos que mais me captaram a atenção. A beleza do instrumento em si, o som que produz, a forma leve mas segura com que temos de movimentar o arco pelas cordas. A forma rápida com que temos de mudar os dedos, procurando a nota perfeita. O produto final compensa as dores nos dedos e nos braços. Essas dores, ao fim de algumas semanas, desaparecem. Ficam as aprendizagens, as superações, os resultados. Depois de seis anos fora do mundo da música pensei que fosse díficil voltar. Pensei que não me fosse adaptar a um novo instrumento. Mas não me permiti desistir, mesmo quando o som me irritava os ouvidos ou quando falhava coisas simples. Insisti; Persisti. E sinto-me orgulhosa por isso. Porque afinal de contas encontrei o instrumento perfeito e estou cada vez mais apaixonada por ele. Escolhi o violino porque sabia que me iria desafiar a ir mais longe e que me faria sair da minha área de conforto, ajudando-me a crescer. Não me enganei! 

Comentários

  1. O violino é um dos melhores instrumentos musicais, sem sombra de dúvida :) O som é lindo, elegante e melancólico no bom sentido da palavra (não de nos deixarmos tristes e com vontade de definhar). Adoro *-*

    ResponderEliminar
  2. É um instrumento fabuloso mas eu deixei-me encantar pelo piano =)

    ResponderEliminar
  3. O som do violino é bonito :) e persistir é uma característica admirável. Boa!

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

À noite gosto de contar as estrelas que estão no céu e de ver por onde anda a Lua. E tu do que gostas?